Percepção dos professores da rede municipal em relação ao diabetes mellitus tipo 1

Autores

Palavras-chave:

Diabetes mellitus tipo 1, Docentes, Saúde escolar

Resumo

Objetivo: verificar o conhecimento dos professores da rede municipal em relação ao diabetes mellitus. Metodologia: trata-se de estudo exploratório, de corte transversal, descritivo, seguindo o desenho misto de pesquisa. Participaram do estudo 84 professores da rede municipal de escolas de ensino fundamental dos municípios de Passo Fundo, Cacique Doble e Guaporé. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual por meio de questionário semiestruturado. Resultados e discussão: os resultados demonstraram que a maioria dos professores desconhecem o que é diabetes, as manifestações clínicas e os principais cuidados em relação a patologia. Ainda, 78% dos professores, nunca receberam treinamento, palestra ou minicurso em diabetes, e 59,3% nunca atendeu alunos diabéticos. Considerações finais: sendo assim, verifica-se a necessidade de capacitar os professores quanto ao Diabetes Mellitus e alerta para a importância da criação de políticas públicas que requeiram a melhor compreensão do cotidiano que circunda a educação em saúde das crianças.

Biografia do Autor

Adrieli Carla Prigol, Universidade de Passo Fundo

Enfermeira. Residente em Saúde do Idoso. Formada pela Universidade de Passo Fundo (UPF)/RS. 

Monica Krahl

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela UFSC. Docente do Curso de Enfermagem da Universidade de Passo Fundo (UPF)/RS.

Sara Julhia Robattini

Discente do Curso de Enfermagem da Universidade de Passo Fundo. Bolsista 2019-2020 do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica UPF do Grupo de Pesquisa em Educação Gerontológica como estratégia promotora da interação multigeracional para o viver e envelhecer saudável. Estagiária 2018-2020 de enfermagem na ILPI Fundação Beneficente Lucas Araujo (Abrigo São José e João XXIII) ; Voluntária da Força Voluntária do Norte Gaúcho.

Dáfne dos Santos Ribeiro

Formada em Fisioterapia pela Universidade de Passo Fundo, mestranda (Bolsista Capes) do Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano direcionado para área de Aspectos Biopsicossociais do Envelhecimento Humano. Possui vivência na área reumatológica, geriatria e gerontologia, hospitalar (Unidades de internação), intensivismo, neurologia, ortopedia e traumatologia e formação complementar em pilates.

Helenice de Moura Scortegagna

Enfermeira. Mestre e doutora em Enfermagem. Pós-doutora em Gerontologia. Docente do Curso de Enfermagem e do Programa de Pós-graduação em Envelhecimento Humano da Universidade de Passo Fundo (UPF)/RS.

Downloads

Publicado

2021-11-18

Como Citar

1.
Carla Prigol A, Krahl M, Robattini SJ, dos Santos Ribeiro D, de Moura Scortegagna H. Percepção dos professores da rede municipal em relação ao diabetes mellitus tipo 1. C&H [Internet]. 18º de novembro de 2021 [citado 6º de dezembro de 2021];1(2):42-58. Disponível em: https://rechhc.com.br/index.php/rechhc/article/view/42

Edição

Seção

Artigos Originais