Perfil dos atendimentos em um serviço móvel de urgência em Passo Fundo – RS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61085/rechhc.v2i2.127

Palavras-chave:

Epidemiologia, Emergência, Ambulância, Sistema único de saúde, SAMU

Resumo

Objetivo: O objetivo deste artigo foi quantificar e analisar os atendimentos realizados pelo SAMU-192 no município de Passo Fundo, RS no ano de 2018. Método:  Trata-se de um estudo transversal e descritivo, realizado no período de maio de 2019 a abril de 2020. Os dados foram coletados dos Boletins de Atendimento, na base do SAMU-192, contemplando:  idade, sexo, data e hora do chamado, motivo do chamado, exame primário (ABCDE), sinais vitais, origem e destino do paciente, bairro de ocorrência e incidentes. Realizou-se estatística descritiva com distribuição de frequências absolutas e relativas das variáveis, visando caracterizar os atendimentos. Resultados: o SAMU-192 realizou, em 2018, 2.177 atendimentos no município de realização do estudo, a média foi de 181 (± 21,8) ocorrências por mês. Percebeu-se maior frequência de atendimentos em homens (56%), adultos (54,9%) e a média de idade dos atendidos 49,8 anos (± 31,9). Quanto aos chamados, 57,2% corresponderam a motivos clínicos e 42,8% traumáticos, sendo neurológico a principal demanda clínica, 243 (21,8%) e colisão a principal demanda traumática, 356 (42,9%). Conclusão: Os resultados ofereceram informações para os serviços de saúde e reafirmaram a importância do SAMU-192 para a população em geral, além de embasar o planejamento e a organização do próprio serviço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dener Vizentainer, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Discente do curso de medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul campus Passo Fundo/RS. 

João Gustavo Perreira Fernandes, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Discente do curso de medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul campus Passo Fundo/RS.

Pedro Henrique Spolaor, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Discente do curso de medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul campus Passo Fundo/RS.

Lucas Henrique Lopes de Souza, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Discente do curso de medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul campus Passo Fundo/RS. 

Ivana Lindemann, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Graduação em Nutrição. Mestrado em Epidemiologia. Doutorado em Ciências da Saúde. Professora Adjunta da Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Passo Fundo/RS.

Gustavo Olszanski Acrani, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Professor adjunto, com dedicação exclusiva, no curso de medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), na cidade de Passo Fundo-RS. Possui graduação (Bacharelado e Licenciatura) em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (2001), mestrado (2004) e doutorado (2009) em Biologia Celular e Molecular pelo Departamento de Biologia Celular, Molecular e Bioagentes Patogênicos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP). Possui Pós doutorado concluído com bolsa FAPESP realizado na FMRP-USP e na University of St Andrews, Escócia e pós Doutorado bolsista BEPE-FAPESP na University of Glasgow, Escócia. Possui experiência nas áreas de Biologia Celular e Molecular e Microbiologia, com ênfase em Virologia, atuando principalmente nos temas de arboviroses, HPV e COVID-19 (apoptose induzida por vírus, obtenção de vírus recombinantes, detecção de vírus por métodos moleculares). Atua ainda em estudos epidemiológicos de natureza transversal com enfoque em desfechos importantes para saúde coletiva e atenção primária à saúde. É vice-líder do Grupo de Pesquisa do CNPq "Inovação em Saúde Coletiva: polí­ticas, saberes e práticas de promoção da saúde" (início em 2021).

Downloads

Publicado

30-12-2022

Como Citar

1.
Vizentainer D, Perreira Fernandes JG, Spolaor PH, Lopes de Souza LH, Lindemann I, Olszanski Acrani G. Perfil dos atendimentos em um serviço móvel de urgência em Passo Fundo – RS. C&H [Internet]. 30º de dezembro de 2022 [citado 20º de abril de 2024];2(2):138-50. Disponível em: https://rechhc.com.br/index.php/rechhc/article/view/127

Edição

Seção

Artigos Originais